Novidades

Artigos

Mercado de aquecimento solar cresceu 6,5% em 2011


Apesar de crescimento abaixo do esperado, a produção do ano superou 1 milhão de m² e o setor está confiante na retomada em 2012.

 

    De acordo com pesquisa realizada pelo DASOL – Departamento Nacional de Aquecimento Solar da ABRAVA, o setor de aquecimento solar cresceu 6,5% no ano de 2011, em um ritmo bem menor que o registrado em 2010 (21,1%) e 2009 (18,9%). Foram produzidos 1,029 milhão m2 de coletores solares, um recorde para o setor. Em 2010, a produção alcançou 967 mil m2 em 2010 e, em 2009, 798 mil m2.

 

    Desde 2006, o volume de coletores produzidos vem crescendo ininterruptamente, com taxa média anual de 17,6%. O menor ritmo de crescimento, em 2011, acompanhou a retração de crescimento do mercado em seus vários setores, devido a dois principais fatores: a transição pela qual passaram os governos Federais e Estaduais, com a reformulação de suas políticas públicas e, também, o clima de expectativa e apreensão dos setores produtivos devido a crise de outras economias mundiais.

 

    Ao final de 2011, a área acumulada de aquecedores solares no Brasil chegou a 7,31 milhões m2. Para o DASOL, o crescimento da produção está relacionado à ampliação da consciência ambiental e sustentabilidade com utilização de fontes limpas de energia e ações para economia de energia.

 

    Segmentos -A pesquisa também abrangeu as vendas de sistemas de aquecimento solar por segmento. Em 2011, 57% do total produzido foram destinados a aplicações residenciais, 23% para a indústria, comércio e serviços, e 20% para programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, e os programas das companhias habitacionais.

 

    O levantamento incluiu, ainda, a produção de reservatórios térmicos – outro componente essencial dos sistemas de aquecimento solar. Em 2011, de acordo com o tratamento dos dados coletados, foram produzidos 128,8 mil unidades de reservatórios, que equivalem a um volume de armazenamento de 50,6 milhões de litros de água.

 

    Regiões -A pesquisa identificou a distribuição das vendas nas regiões brasileiras. A Região Sudeste continua sendo o principal mercado consumidor dos sistemas de aquecimento solar, com 76,2% das vendas, seguida pela Região Centro-Oeste com 10,3% e a região Sul com 8,1%. Em 2010, a Região Sudeste concentrou 75,7% das vendas, seguida pelas regiões Sul (10,5%) e Centro Oeste (9,3%).

 

    Com relação às expectativas dos fabricantes para de 2012, o gráfico abaixo demonstra a confiança do setor, com destaque para 26% dos pesquisados que acreditam que suas empresas crescerão acima de 50% no ano.

 

    O crescimento de 6,5%, em 2011, foi abaixo das expectativas iniciais dos fabricantes, que projetavam, na média, um aumento mais significativo da produção em 2011.

 

    Fonte: Abrava



111111 999999